Se liga! Informativo Onda Jovem

segunda-feira, 3 de outubro de 2011





O novo sistema político.

É de extrema importância a participação dos movimentos populares no debate da reforma política que se faz necessário e urgente. Não vejo tanta vontade dos partidos que se dizem dispostos a aprovar um modelo de reforma que combata a corrupção, eleve o debate político e diminua o predomínio do poder econômico para fortalecer a participação efetiva dos cidadãos.

Foram apresentados inúmeros anteprojetos e propostas por vários deputados e senadores; o Partido dos Trabalhares defende o financiamento público de campanhas e o sistema proporcional misto de lista partidária, com dois votos, um no partido e outro no candidato. O poder econômico deve perder força e influência com a adoção do financiamento público, com o atual sistema é muito fácil perceber a disparidade nas campanhas.

Muito interessante também é a mudança na forma de votação para o Legislativo, o eleitor votará inicialmente em um candidato de sua escolha e o segundo voto é dado ao partido de sua preferência. Ocorrerá o fomento da discussão em torno dos planos de governo que os partidos apresentam à sociedade.

Isso transfere aos partidos uma enorme importância no sistema político gerando uma incerteza e levanta a possibilidade de escolherem os nomes da lista ao arrepio dos militantes. O TSE deve estabelecer critérios à formação da lista garantindo a proporcionalidade nas legendas e garantir voz decisiva a militância. A mais significante alteração poderá ocorrer nas coligações proporcionais que ao longo do tempo foram colocadas em xeque, é muito comum ouvirmos falar de partidos de aluguel, são os chamados ‘nanicos’ que se colocam no jogo simplesmente para acrescentar alguns segundos nas inserções partidárias, e acreditem, esses poucos segundos valem muito dinheiro.

Outras propostas direcionam o debate em torno de proposições que atendem aos interesses de quem não está disposto a mudar o atual o sistema falido se beneficiar politicamente no futuro.

Portanto é chegada a hora de nos unir para fortelecer o debate da reforma politica, a montanha vai parir um rato, eu como jovem e politizado defendo a aprovação de uma reforma complexa e detalhada e que  antes de ser colocada em pratica passe pelo crivo dos brasileiros através de um plebiscito.

"Sou altamente consciente e confiante. Eu acredito no meu povo brasileiro" (Sandra de Sá)

Mudanças já..!

Pablo Biazotto

Nenhum comentário:

Postar um comentário