Se liga! Informativo Onda Jovem

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Ai....o ser humano!!


Deus em sua magnitude criou o homem e a mulher e assim fez-se a humanidade, os homens por sua vez criaram as diferenças e juntamente com elas vieram às atrocidades. Enquanto Deus se prontificava a dar plena liberdade a sua obra, a humanidade, muitos entenderam errado esse recado e aí começa a confusão.

A obra divina é perfeita, linda aos olhos de quem enxerga a vida como ela deve ser, um jardim, às vezes seco, ás vezes florido e muitas vezes até pisoteado. Neste mesmo jardim encontram-se flores e espinhos, mas estes são tão insignificantes que ficam imperceptíveis aos olhos daqueles que prestam atenção na beleza das flores.

É claro que os espinhos ao longo da vida do jardim, causam alguns efeitos, porém ele deve ser encarado apenas como um alerta, afinal se você coloca sua mão sobre ele, logo percebe sua finalidade, que por sinal não é boa.

Visto dessa maneira, creio que a humanidade se divide em flores e espinhos dos mais variados.

As diferenças as quais me referi no início é inerente do ser humano, somos todos iguais, diz a constituição e as leis de Deus, no entanto, cada qual com suas características próprias, constituindo-se aí esse mundo no qual permanecemos por um pequeno espaço de tempo, se levarmos em conta a eternidade.

Então me pergunto, se somos todos iguais e essencialmente diferentes, o que leva uma pessoa a tratar o outro como um ser anormal, uma concepção antagônica a obra divina???? Será que somos assim tão pequenos que não conseguimos enxergar que o ser humano apenas por existir já e merecedor de nossa respeitabilidade??

Gostaria de me referir aqui a vários eixos que compõem essa repudia pelo que não se assemelha ao que consideramos correto, porém ficaria escrevendo dias a fio, e ainda assim não chegaria a uma conclusão.

Sendo assim, vou me referir ao contexto da homoafetividade e sem me prolongar, gostaria de deixar clara minha posição sobre algumas questões que alguns setores da mídia destaca.

É reconhecido que a sociedade se forma por homens e mulheres, visto dessa maneira, fica intrínseco que o homossexual já está apartado de nosso convívio, certo?

Aí se encontra uma diferença social à qual devemos prestar atenção para não incorrermos no risco de ser hipócritas e dizer que o preconceito já não existe. Ele existe sim e muitas vezes está presente das formas mais escancaradas e vergonhosas a um ser humano.

Como é fácil ao ter o poder de voz nas mãos tecer elogios ou críticas a quem quer que seja, e depois argumentar que tem direito a defender sua opinião.

Realmente acho que nós enquanto seres livres temos o direito de reproduzir nossos pensamentos, mas isso não nos dá o direito de ofender aqueles aos quais consideramos diferentes,lembrando que ser diferente, não significa ser anormal.

Ainda temos muito o que aprender em relação ao convívio com o ser humano, a obra de Deus é a mais perfeita sobre a terra, e deveríamos amar o que nos é oferecido de graça, e ao contrário disso buscamos argumentos e defeitos para defender opiniões indefensáveis. Temos que mostrar forças e lutar para que as diferenças sejam apenas uma condição do ser e não sua condenação!!!


Vivian Smanioto

6 comentários:

  1. Parabéns querida , vc escreve muito bem e sempre com convicção! bjinhos.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Ivanise....tento fazer o melhor!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Vivian.Seu texto é perfeito.Claro para todos os tipos de pessoas,fores e espinhos.Posso visualizar perfeitamente os tipos que me cercam.Graças a Deus no meu time so tenho flores,e os espinhos me fazem reconhecer a existencia do mal.

    ResponderExcluir
  4. É bem por aí Renê, temos q olhar as flores, mas tbm cuidar dos espinhos para eles não sejam os protagonistas em nossa vida.

    ResponderExcluir
  5. Brilhante texto. Essas pessoas que não aceitam as diferenças estão focadas em si, egocêntricos e estão a sua própria imagem, renegando os princípios divinos que de Um se fez o todo.

    ResponderExcluir
  6. O horizonte de algumas pessoa é tão obscuro que elas não se permitem olhar ao redor e admirar a beleza das coisas e seres. É fácil jogar pedras quando se tem um coração cheio de amargura!!!

    ResponderExcluir